FixoFronteiraPolícia

Seis brasileiros são presos suspeitos de envolvimento em chacina na fronteira

Chacina na fronteira: uma das vítimas era douradense

A Direção Geral de Investigação Criminal do Paraguai anunciou nesta segunda-feira (11) a prisão de seis brasileiros suspeitos de participação na chacina ocorrida sábado (9) em Pedro Juan Caballero, fronteira com Ponta Porã. Os homens foram detidos por ordem judicial e estavam em um imóvel localizado na cidade paraguaia onde o crime foi cometido. Veículos, documentos e substância análoga à maconha foram apreendidos.

A Polícia Civil brasileira deve prestar auxílio às autoridades paraguaias para identificação dos suspeitos.

A chacina em questão vitimou Kaline Reinoso, de 22 anos, que era moradora em Dourados e cursava faculdade no país vizinho. Além dela, morreram Haylee Carolina Acevedo Yunis, de 21 anos, filha do governador do Departamento de Amambay, Ronald Acevedo, além de Osmar Vicente Alvares Crance, o “Bebeto”, de 32 anos, e outra estudante, Rhannye Jamilly, de 18 anos.

De acordo com as autoridades paraguaias, os autores da chacina dispararam 110 tiros de fuzil contra uma SUV Toyota que estava estacionada em frente ao local de uma festa na cidade de Pedro Juan Caballero. A suspeita é de que Bebeto fosse o alvo dos atiradores.

Fonte ABC Color.

Redação Gdsnews.

 

Mostrar Mais
Botão Voltar ao topo