Fixo

No enfrentamento da pandemia, MS celebra redução da taxa de contágio, da fila de espera por leitos e das hospitalizações

Secretário de Saúde atribuiu os resultados aos esforços das equipes da área de saúde do estado e dos municípios e a parcela da população que entende os riscos que a doença oferece e tem se esforçado na prevenção.

No enfrentamento da pandemia de Covid-19, o governo de Mato Grosso do Sul celebrou nesta quarta-feira (28) uma série de indicadores que apontam para uma desaceleração, ainda que lenta, da doença no estado.

Segundo o secretário estadual de Saúde, Geraldo Resende, foi registrada a menor taxa de contágio da doença desde dezembro do ano passado, 1.

Além disso, a fila de espera de pacientes por um leito clínico ou de terapia intensiva (UTI) para tratamento de Covid-19, que chegou a 160 pessoas em 22 de março, caiu para 58.

O número de pacientes hospitalizados, que no dia 2 de abril atingiu 1.316 retrocedeu para 1.060.

Resende atribuiu os resultados aos esforços das equipes da área de saúde do estado e dos municípios e a parcela da população que entende os riscos que a doença oferece e tem se esforçado na prevenção.

Alertou, no entanto, que não se pode afrouxar a prevenção e a biossegurança. Ele lembrou que nesta quarta foram confirmadas mais 64 mortes por Covid-19, um dos números mais altos de toda a pandemia.

O secretário lembrou que o número de óbitos em abril já o maior neste período pandêmico, 1.205. Para dimensionar esse dado, comentou que essa quantidade de vidas perdidas supera em mais de 128 registros a do mês que tinha o recorde até então, março, que teve 1.077 mortes.

Citou ainda que os óbitos de abril, que ainda não terminou, já são mais que o dobro do pior mês de 2020, dezembro, quando 588 pessoas morreram da doença em Mato Grosso do Sul.

Dados da pandemia

 

  • Nesta quarta-feira: 1.088 casos novos
  • Total de casos do estado: 246.326
  • Mortes confirmadas nesta quarta: 64
  • Mortes desde início da pandemia: 5.644
  • Infectados em isolamento domiciliar: 10.027
  • Pacientes hospitalizados: 1.060, sendo 537 em leitos clínicos e 523 em leitos de UTI
  • Recuperados: 229.595

 

 

 

Fonte: G1 MS

Mostrar Mais
Botão Voltar ao topo