Destaques

MS ainda registra geada, mas temperaturas sobem e não há previsão de chuva

Meteorologia aponta fim de semana de calor. Umidade relativa do ar segue baixa.

A quarta-feira (21) começou ‘menos gelada’ em Mato Grosso do Sul, em comparação ao início da semana. No entanto, vários municípios ainda registraram geada. A meteorologia aponta aumento de temperatura no decorrer dos próximos dias e baixa umidade relativa do ar.

De acordo com o meteorologista Natálio Abrahão, geou ao menos em Cassilândia, Santa Rira do Pardo e Rio Brilhante. No começo da semana, eram mais de 10 municípios com geada.

E Rio Brilhante, mais uma vez, teve a menor temperatura do estado: 3,9°C com sensação de -2. Maior do que no dia anterior, quando os termômetros marcaram -1,6°C com sensação de -5°C.

As temperaturas continuam a subir no decorrer dos próximos dias e o fim de semana deve ser de calor, conforme informações do Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet).

Para Campo Grande, nesta quarta-feira (21), os termômetros devem marcar entre 11°C e 26°C e a umidade do ar pode chegar a 10%. Na quinta-feira (22), as temperaturas devem ser entre 13°C e 27°C. O céu fica aberto, com predominância de sol e sem nuvens.

Segundo o meteorologista Natálio Abrahão, mesmo com as temperaturas mais altas, as manhãs continuam frias, com necessidade de uso de casaco e horas depois, o calor toma conta.

Umidade relativa do ar

 

O Inmet tem emitido alertas consecutivos sobre a baixa umidade relativa do ar em diversos municípios de Mato Grosso do Sul. Na terça-feira, o alerta valia para 64 cidades.

E nestes períodos de chuva escassa e dificuldade para respirar, é preciso ter cuidados com a saúde, entre eles:

  • Beber bastante líquido;
  • Atividades físicas não são recomendadas;
  • Evitar exposição ao sol nas horas mais quentes do dia;
  • Lavar as mãos com frequência;
  • Usar máscaras de proteção facial;
  • Aplicar soro fisiológico no nariz e nos olhos para evitar ressecamento;
  • Usar hidratante para pele e umidifique o ambiente;

 

Obtenha mais informações junto à Defesa Civil (telefone 199) e ao Corpo de Bombeiros (telefone 193).

Mostrar Mais
Botão Voltar ao topo