Destaques

Mato Grosso do Sul envia 4 pacientes graves com Covid para São Bernardo do Campo, no ABC Paulista

O Sistema de Saúde de Mato Grosso do Sul está em colapso, pessoas estão morrendo em Unidades de Pronto Atendimento à espera de leitos, sejam eles de UTI ou clínicos.

Mato Grosso do Sul passa por um dos piores momentos da pandemia. O colapso já é visto no sistema de Saúde, conforme o secretário estadual de Saúde, Geraldo Resende, destacou. Para terem acesso às Unidades de Tratamento Intensivo (UTI), o estado enviou nesta quarta-feira (9) mais quatro pacientes graves com Covid, desta vez para São Bernardo do Campo (SP), região metropolitana de São Paulo.

Com a nova leva, Mato Grosso do Sul contabiliza 25 remanejamentos de enfermos para serem internados em outros estados. Os pacientes que foram nesta quarta (9) estavam internados em Dourados (MS), segunda maior cidade do estado.

As famílias das pessoas deram autorização para a transferência e o translado de Dourados até a Base Aérea de Campo Grande foi feito em ambulâncias. Os pacientes serão transportados até São Paulo em um avião da Força Aérea Brasileira (FAB), após, deverão ser encaminhados a um hospital de São Bernardo do Campo, no ABC paulista.

A Central Estadual de Regulação está levantando a possibilidade de novas transferências. Mato Grosso do Sul também realiza tratativa para a transferência de pacientes para o estado do Amazonas.

Outras transferências

 

Os envios de pacientes de Mato Grosso do Sul a outros estados começaram no dia 2 de junho. Uma mulher, de 41 anos, teve acesso a um leito de UTI em Rondônia. A paciente saiu de Bonito (MS), a 296 km, com destino à Porto Velho, capital de Rondônia.

Já no dia 4 de junho, oito pacientes diagnosticados com a Covid e que estavam internados em Dourados, na região sul do estado, foram transferidos para Rondônia.

A São Paulo, os remanejamentos começaram no domingo (6), onde cinco pessoas foram levadas a hospitais paulistas. Na segunda-feira (7), o estado remanejou outros dois pacientes, que chegaram no aeroporto de Congonhas, no início da noite.

Nessa terça-feira (8), outros cinco pacientes foram levados a capital paulista. Com a leva desta quarta-feira (9), totalizam 17 sul-mato-grossenses enviados para receberem o tratamento em hospitais de São Paulo.

Mortes de transferidos

 

Transferida de Mato Grosso do Sul para Rondônia devido a falta de vagas para pacientes com Covid, Nice Menani morreu na noite de segunda-feira (07), em Porto Velho.

Nice era moradora de Dourados e havia sido levada para a capital rondoniense na sexta-feira (04), junto com outros seis pacientes da cidade.

Outro paciente transferido de Mato Grosso do Sul morreu em São Paulo que havia sido transferido devido a falta de vagas no estado para pacientes Covid. O homem tinha 53 anos, era de Maracaju e tinha sido encaminhado para o Hospital Geral Vila Penteado no último domingo (06).

O terceiro paciente transferido que veio a óbito, é um homem de 66 anos do grupo de cinco pacientes que foram transferidos nesta terça-feira (8) para o estado de São Paulo. O paciente morava no município de Campo Grande. Ainda na capital estava internado na UPA Leblon e foi encaminhado para o Hospital Geral Vila Penteado na capital paulista.

Fonte: G1 MS

Mostrar Mais
Botão Voltar ao topo