FixoMato Grosso do SulNotícias

Lives sobre “Cultura, Gestão e Memória em MS” serão exibidas em comemoração aos 44 anos do Estado

Encerrando a programação das comemorações dos 44 anos do Estado, a Fundação de Cultura de Mato Grosso do Sul (FCMS) vai exibir uma série de lives, do dia 13 ao dia 15, sempre às 19 horas, sobre “Cultura, Gestão e Memória em MS”. Os convidados, pessoas da área da cultura que já passaram pela gestão, seja de espaços culturais, seja de projetos, e têm dentro de suas produções parte da memória que se refere ao Estado, vão colocar à tona, para que outros conheçam, suas memórias que transitam na área da cultura. As lives serão transmitidas diretamente da Biblioteca Pública Estadual Isaias Paim ao vivo para os canais virtuais.

A ideia é que pessoas que contribuíram em suas produções culturais, e de uma forma ou outra estiveram à frente da gestão, seja de órgãos ou de projetos, possam colocar à tona, para que outros conheçam, suas memórias que transitam na área da cultura.

No dia 13, participam Raquel Naveira (da Academia Sul-Mato-Grossense de Letras), Renata Leoni (Produtora, gestora cultural, diretora, coreógrafa e intérprete criadora em dança) e Moacir Lacerda (Engenheiro Civil, Historiador, Compositor, Músico, Fundador do Grupo ACABA – Canta-Dores do Pantanal , Confrade do IHGMS – Instituto Histórico e Geográfico de MS, Presidente da Memória Pantanal – Casa de Cultura).

No dia 14 é a vez de Eder Rubens (diretor de Cultura da Fundação de Cultura e Esporte Funcesp, membro Instituto Histórico e Geográfico de Mato Grosso do Sul), Mestre Liminha (capoeira), Maria Auxiliadora Bezerra e Sérgio Cruz (jornalista profissional e autor de três livros).

No dia 15 participam Rubens Costa Marques (professor das disciplinas de História da Arquitetura Brasileira, Técnicas Retrospectivas, Ateliê de Projeto e orientador de Trabalho de Conclusão de Curso na Faculdade de Arquitetura e Urbanismo – Uniderp. Autor de três livros), Indiana Marques (artesã) e Eduardo Gasperin (Doutor em Artes da Cena pela Universidade Estadual de Campinas, Mestre em Arte/Teatro pela Universidade Federal de Uberlândia, Bacharel em Artes Cênicas pela Universidade Federal da Grande Dourados e Licenciado em Teatro pela Faculdade Mozarteum de São Paulo/ Programa especial de formação pedagógica para docentes).

O gerente de Patrimônio Histórico e Cultural da Fundação de Cultura de MS, Caciano Lima, acredita que “preservar a memória da sociedade é um ponto muito importante para a gente pensar em desenvolvimento de ações, de novos projetos, além de conservar os pilares daquilo que foi construído. E a gente identifica aí o valor afetivo de cada item que essas personagens produziram”.

“Nós estamos sempre preocupados e já sabemos que é indiscutível que as bibliotecas, arquivos e museus preservem a nossa memória e o nosso patrimônio cultural por meio dos seus acervos. Mas nós sabemos que essas instituições, esses projetos que passam, são geridos por pessoas, e são essas pessoas que colaboraram para a disseminação dos conhecimentos. Então nós queremos ouvir as pessoas que produziram e passaram por essas áreas”, finaliza Caciano.

As lives serão transmitidas diretamente da Biblioteca Pública Estadual Isaias Paim ao vivo para os canais virtuais. Mais informações sobre a série de lives sobre “Cultura, Gestão e Memória em MS” podem ser obtidas na Gerência de Patrimônio Histórico e Cultural da Fundação de Cultura de Mato Grosso do Sul pelo telefone (67) 3316-9108.

Karina Lima, FCMS

Mostrar Mais
Botão Voltar ao topo