FixoMato Grosso do SulNotícias

Investimentos de R$ 8 bilhões em infraestrutura levam MS a destaque nacional

Mato Grosso do Sul completa, neste 11 de outubro, 44 anos de sua criação. Um Estado jovem, porém, pujante, que tem como força em sua base econômica o agronegócio. Diante dessa potência econômica, o investimento em áreas como a infraestrutura é de fundamental importância para o desenvolvimento local.

Secretário destaca importância dos investimentos em infraestrutura para desenvolvimento econômico e social do Estado

De acordo com os dados da Seinfra (Secretaria de Infraestrutura), de janeiro de 2015 até 2021, o Governo do Estado já investiu em implantação de pontes, manutenção, pavimentação asfáltica, entre outros, cerca de R$ 5 bilhões. Um montante que, na avaliação do secretário Eduardo Riedel, se converte em oportunidades, consequentemente em renda, em empregos.

“Estamos falando no ciclo produtivo do desenvolvimento. Quando se investe em uma estrada, estamos considerando desde a economia de recursos do produtor rural até a vinda de uma indústria que vai gerar empregos, com uma infinidade de benefícios, vai além do que enxergamos, vai além do asfalto”, reforça Riedel.

Para o governador Reinaldo Azambuja, mais do que puro investimento, os recursos são direcionados aos municípios por meio do Governo Presente e Municipalista e isso garante que a população seja efetivamente atendida em suas demandas. “Quem conhece a realidade do seu município é o prefeito, são os vereadores, e com isso garantimos que a rua certa seja asfaltada, o bairro mais necessitado seja atendido e assim o correto direcionamento dos recursos. Fazendo isso, estamos melhorando a vida das pessoas, com planejamento e gestão”.

O que o secretário explica, os números comprovam. Mato Grosso do Sul deve ser o Estado mais resiliente no biênio 2020/21 e o PIB (Produto Interno Bruto) deverá exceder em 2,7% o PIB de 2019. “É o resultado de três importantes fatores, o primeiro é que somos o terreno fértil para investimentos privados, com um ambiente seguro e promissor, o segundo é o nosso povo trabalhador e o terceiro é a atuação de um Governo Presente e Municipalista que, ao dar ouvido aos gestores municipais, consegue levar aos municípios os recursos para o desenvolvimento de forma assertiva”.

Outro importante indicador de desenvolvimento é da Tendências Consultoria Integrada que mostra que apenas cinco estados brasileiros devem encerrar 2021 com o PIB acima do nível pré-pandemia, entre eles Mato Grosso do Sul e, ainda falando do dado de indicador de riqueza, o terceiro maior crescimento do PIB em 2020, ou seja, em plena pandemia.

Mato Grosso do Sul, segundo o Ranking de Competitividade dos Estados, do Centro de Liderança Pública, foi o 5º Estado que mais investiu em 2020 e o mais importante é o Estado que, em plena pandemia, é o primeiro em investimento per capita em 2020. “Foram investidos mais de R$ 1 bilhão, o que representa R$ 353 por habitante, 9,6% a mais que o segundo colocado no ranking nacional”, ressalta Riedel que é também presidente do Comitê Gestor do Prosseguir, referindo-se aos números do levantamento do Tesouro Nacional.

MS 379 Aral Moreira Laguna Carapã (Foto Edemir Rodrigues)

“Isso significa que estamos no caminho certo. Nenhum outro Estado do Brasil tem um pacote de auxílios emergenciais, isenções, microcrédito com juro zero, cartão alimentação para famílias mais pobres e projetos setoriais, como temos feito no turismo, na cultura, no esporte, na educação, na saúde, como o nosso. A soma de tudo isso já ultrapassa R$ 1 bilhão em investimentos para socorrer e estimular os setores mais atingidos pela pandemia”, explica Riedel.

Além da infraestrutura, o Governo do Estado investiu, desde 2015, R$ 1,63 bilhão em saneamento e mais de R$ 1,57 bilhão em serviços habitacionais, por intermédio da Agehab. Somado aos R$ 5 bilhões em infraestrutura, estamos falando de R$ 8 bilhões nestas três áreas.

Em um relógio Seinfra de Desenvolvimento estamos falando de R$ 4,4 milhões por dia ou, mais precisamente, R$ 183 mil a cada hora, aplicados pelo Governo do Estado seja na realização do sonho da casa própria, seja na infraestrutura na zona rural ou urbana, seja no saneamento básico para a melhoria do bem-estar dos sul-mato-grosseses.

Aquário do Pantanal 

Outro destaque para o aniversário da criação do Estado de Mato Grosso do Sul é o Aquário do Pantanal.

Visita Técnica-Aquário-(Foto-Chico Ribeiro)

Recentemente, O Governo do Estado lançou o portal Aquário Transparente a população poderá acompanhar o cronograma de finalização das obras do espaço que servirá de ponto turístico e centro de pesquisa da ictiofauna pantaneira.

Ao custo final de R$ 230 milhões (valor previsto em setembro de 2021), o Aquário do Pantanal deve ser concluído em fevereiro de 2022, com entrega prevista para março do mesmo ano.  Duas das 13 frentes de serviço estão totalmente concluídas, a de “Substituição de vidros” e de “Cobertura Metálica”. Além disso, três frentes estão em processo de finalização: serviço de impermeabilização, revestimento de alumínio composto e um trecho das passarelas. As demais estão em andamento, com projeção de entrega antes do prazo contratual.

Com aproximadamente 19 mil m² de área construída, o Aquário contará com 33 tanques, sendo 23 internos e 8 externos, além de 1 tanque de abastecimento e 1 tanque de descarte de efluentes, totalizando um volume de 5 milhões de litros de água.

Ana Brito / Seinfra 

Foto destaque: Edemir Rodrigues 

Mostrar Mais
Botão Voltar ao topo