BrasilCPIDestaques

CPI da Covid: Mandetta depõe em comissão no Senado

Em sua fala, Mandetta afirmou que Bolsonaro tentou alterar a bula da cloroquina e que ele duvidou da projeção de 180 mil mortes.

O ex-ministro Mandetta depõe hoje à CPI da Covid na condição de testemunha. O depoimento de Teich foi adiado para amanhã. Em sua fala, Mandetta afirmou que Bolsonaro tentou alterar a bula da cloroquina e que ele duvidou da projeção de 180 mil mortes.

Confira aqui as falas de Mandetta na CPI.

Presidente da CPI disse que Pazuello não deve comparecer amanhã, mas disse que vai aguardar para depoimento ser presencial; senadores ironizaram ex-ministro.

Mandetta diz que Bolsonaro tinha “assessoramento paralelo”

Mandetta explica que entregou ao presidente projeção realista de óbitos na pandemia

Depoimento de Mandetta na CPI da Covid

Ex-ministro diz que passou a realizar entrevistas coletivas diárias porque o governo não quis fazer uma campanha de comunicação oficial contra a Covid-19. Saiba mais aqui.

Veja os principais trechos do depoimento de Mandetta aqui.

Mandetta diz que Bolsonaro tinha “assessoramento paralelo”

O depoimento do ex-ministro Nelson Teich, que também seria hoje, foi adiado para amanhã.

Mandetta afirma que Bolsonaro queria que a Anvisa alterasse a bula da cloroquina para que o medicamento fosse indicado no tratamento da Covid.

Segundo o ex-ministro, o pedido foi negado pelo presidente da Anvisa, Antonio Barra Torres.

Mandetta diz que recebeu, no pior cenário, a projeção de 180 mil óbitos até 31 de dezembro. O ex-ministro afirma que levou o número para o presidente, que teria duvidado.

Mandetta explica que entregou ao presidente projeção realista de óbitos na pandemia. O ex-ministro disse que naquela época havia diversas teorias, que inclusive diziam que o vírus não chegaria ao Brasil: “Se eu acreditasse naquelas teorias seria uma carnificina”.

“Era constrangedor para o ministro da Saúde ficar explicando que estava indo por um caminho e o presidente por outro”, afirma Mandetta.

Veja FRASES de Mandetta na CPI da Covid

“Nós não tomamos nenhuma medida que não tenha sido pela ciência. […] Agora a posteriori nós vimos pararem muitas coisas e não colocarem outras no lugar, a testagem é uma delas”, afirmou o ex-ministro.

Comissão no Senado

Bolsonaro quis mudar bula da cloroquina para incluir Covid, diz Mandetta na CPI. Ex-ministro diz que presidente duvidou de projeção de 180 mil mortos.

 

Fonte G1.

Redação Gdsnews.

Mostrar Mais
Botão Voltar ao topo