AlagamentosBrasilDestaques

Chuva forte causa transtornos e Rio entra em estágio de atenção

Defesa Civil registrou quatro deslizamentos, sem vítimas. Avenida Niemeyer foi totalmente fechada. Pela manhã, houve chuva muito forte; à tarde, pode ter chuva forte.

O município do Rio foi atingido, nesta segunda-feira (11), por chuva e vento muito fortes, causando transtornos na cidade. Às 11h50, a cidade entrou em estágio de atenção. A previsão é de chuva fraca a moderada a partir da tarde desta segunda, podendo ser forte de forma isolada durante a noite, de acordo com o Alerta Rio. Prefeitura usou apenas 30% de verbas para ações de prevenção a enchentes em 2019.

 

Sirenes da Defesa Civil foram acionadas em sete comunidades: Rocinha, Santa Marta, Cabritos e Guararapes, na Zona Sul; Formiga (Grande Tijuca), Santa Alexandrina e Paula Ramos (Centro). Quatro deslizamentos foram comunicados pela Defesa Civil, mas não havia registro de vítima até a última atualização desta reportagem.

 

A Avenida Niemeyer, foi fechada também para os moradores às 11h19 e reaberta às 15h16. O acesso está liberado somente até o Morro do Vidigal. A informação foi divulgada pelo Centro de Operações.

 

O aeroporto Santos Dumont, foi fechado para pousos e decolagens às 12h02, foi reaberto e passou a operar por instrumentos às 13h23, segundo a Infraero. Por causa do fechamento, filas se formaram no saguão do aeroporto. Entre 13h e 14h, dez voos estavam atrasados e oito foram cancelados.

 

A circulação dos trens da Linha 2 do VLT foi suspensa por cerca de duas horas. Eles voltaram a operar às 14h35.

 

O Mergulhão da Barra da Tijuca ficou alagado e foi interditado. O Centro de Operações está no local e os motoristas devem seguir pela Avenida das Américas. Por volta das 13h, a Rua do Catete, na Zona Sul, também foi interditada, devido a um alagamento. Uma árvore caiu na Avenida Mem de Sá, na Lapa, e uma faixa da pista foi ocupada.

 

Em Itaguaí, Região Metropolitana, choveu forte e várias ruas ficaram alagadas. Segundo relatos nas redes sociais, a água inundou uma creche no bairro 26 de dezembro e houve corte de energia elétrica por causa do risco de curto circuito.

 

 

Em vários bairros da cidade, a população enfrentou transtornos para circular por causa dos bolsões de água. Botafogo e Humaitá, na Zona Sul, foram os bairros mais atingidos. Um cadeirante enfrentou dificuldades para atravessar o cruzamento de uma das ruas do Humaitá. Um colégio em Botafogo improvisou uma ponte com um banco para que os pais conseguissem tirar os filhos do local.

 

Na Baixada Fluminense, o município de Duque de Caxias, foi um dos mais atingidos pela chuva. Ruas do Centro da cidade ficaram alagadas. Motoristas e pedestres enfrentaram transtornos.

 

Em Niterói, também na Região Metropolitana, um pedaço da fachada do Teatro Municipal, no Centro, caiu em cima de um pedestre. O acidente aconteceu por volta das 13h. Segundo informações do Corpo de Bombeiros, o ferido foi levado para o Hospital Azevedo Lima. Até a última atualização desta reportagem não havia informações sobre o estado de saúde da vítima.

 

Resumo até aqui:

Choveu forte entre 12h e 14h

Sirenes acionadas em 7 comunidades

Avenida Niemeyer foi totalmente fechada

Aeroporto Santos Dumont foi fechado por mais de uma hora e voos estão com atrasos

Aeroporto do Galeão funciona normalmente

Itaguaí e Niterói na Região Metropolitana registraram alagamentos

Sirenes acionadas

Às 12h15, 16 sirenes de sete comunidades foram acionadas:

 

Rocinha

Guararapes

Santa Marta

Formiga

Santa Alexandrina

Paula Ramos

Cabritos

Alerta de cheias

O Sistema Alerta de Cheias do Instituto Estadual do Ambiente (Inea) informou que, às 11h30, as seguintes cidades entraram em estágio de atenção para possível elevação dos rios.

 

São João de Meriti (Rio Pavuna) – alerta máximo

Rio de Janeiro

Duque de Caxias

Nova Iguaçu

Niterói

São Gonçalo

Petrópolis

Teresópolis

Fortes chuvas deixam o Rio de Janeiro em estágio de atenção

 

Semana começa muito chuvosa no Rio de Janeiro

 

 

Cadeirante enfrenta dificuldade para atravessar poça d’água no Humaitá

 

Fonte G1 Rio e TV Globo.

 

 

 

Mostrar Mais

Relacionados

Close
Close