FixoIncêndioPantanal

Chuva alivia, mas focos de queimadas persistem em regiões do Pantanal

Fogo segue na região do Paiaguás e bombeiros estão no local

Embora com pouca intensidade, a chuva que caiu na região no domingo (18) ajudou a combater focos de queimadas no Pantanal de Corumbá. Porém, equipes do Corpo de Bombeiros Militar estão em campo, no Paiaguás, onde focos de calor persistem.

Um helicóptero, destinado pelo governo do Estado, está sendo utilizado pelos Bombeiros desde domingo para o transporte de equipes e equipamentos. A aeronave também é utilizada para sobrevoos, com intuito de monitorar as áreas.

“Na manhã desta segunda-feira (19), lançamos duas equipes para fazer o combate dessas queimadas, a aeronave transportou bombeiros equipados, onde permanecerão o dia todo combatendo focos nesse local”, explicou ao Diário Corumbaense o major BM Fábio Pereira de Lima que é comandante da Operação Hefesto. Doze militares estão no Paiaguás.

Há ainda diversos troncos de árvores queimando

Ainda segundo ele, mesmo com a chuva “ajudando a conter as chamas, há ainda diversos troncos de árvores que continuaram queimando por dentro e em brasas, por isso nossa equipe segue nessas localidades”, frisou.

Pelas informações disponíveis pelo Centro de Previsão de Tempo e Estudos Climáticos CPTEC/INPE, choveu pouco, apenas 0,4 milímetros em Corumbá no fim de semana.

Aeronave chegou ontem (18) para dar apoio no combate às queimadas

O fogo já consumiu 32.650 hectares no Pantanal de Mato Grosso do Sul, conforme dados do Laboratório de Aplicações de Satélites Ambientais – LASA/UFRJ.

Já o Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe), informa que Corumbá segue liderando os municípios brasileiros com maior número de focos de queimadas. Neste ano, são 476 focos de calor. Desse total, 318 foram registrados de 1º de julho até hoje. Nas últimas 48h, o município pantaneiro teve 15 focos de calor.

 

Fonte DC.

Redação Gdsnews.

 

 

 

Mostrar Mais
Botão Voltar ao topo