Câmara MunicipalCampo GrandeFixo

Câmara retoma sessões remotas nesta 5ª com dois projetos na pauta

A população pode acompanhar a transmissão, às 9 horas, pelo Facebook (https://www.facebook.com/camaracgms) ou canal no Youtube (https://www.youtube.com/camaramunicipalcg) da Casa de Leis.

A Câmara Municipal de Campo Grande retoma, nesta quinta-feira (27), as sessões remotas em decorrência do aumento do número de casos de covid-19 na cidade. A população pode acompanhar a transmissão, às 9 horas, pelo Facebook (https://www.facebook.com/camaracgms) ou canal no Youtube  (https://www.youtube.com/camaramunicipalcg) da Casa de Leis.

Os projetos que seriam analisados nesta terça-feira (25), mas foram prejudicados em virtude do cancelamento da sessão, seguem na pauta. Em segunda discussão, os vereadores votam o Projeto de Lei 9.935/21, do vereador Papy, que dispõe sobre a criação do Projeto Pomar Urbano em áreas públicas de Campo Grande, destinado ao plantio ou reposição de árvores de espécies frutíferas.  A proposta prevê que seja dada preferência ao plantio nos parques urbanos, nas áreas livres e ociosas das escolas da rede municipal de ensino, praças e demais áreas verdes da cidade, a critério do Poder Executivo, que fará esta supervisão. Também há o incentivo para plantio em áreas particulares.

Também será votado, em segunda discussão, o Projeto de Lei 9.928/21, que declara de utilidade pública municipal a Associação de Mulheres com Deficiência de Mato Grosso do Sul (Amdefms), com sede em Campo Grande. A proposta é do vereador Carlos Augusto Borges, Carlão, e do vereador Clodoilson Pires. A Associação, conforme justificativa apresentada no projeto, tem objetivo institucional de promover atividades, em parceria com todas as esferas de governo, e também com o setor privado, por meio de políticas sociais, com o intuito de contribuir na luta contra a discriminação da mulher com deficiência, assegurando condições de liberdade e de igualdade de direitos, bem como sua plena participação nas ações políticas, econômicas e culturais, nas áreas de saúde, educação, profissionalização, esporte, lazer, cultura, assistência social, tendo atuação junto às mulheres, à família e à comunidade, com a finalidade de diminuir as vulnerabilidades sociais, desenvolver potencialidades, adquirir e fortalecer vínculos familiares e comunitários das mulheres com deficiência.

Palavra Livre – Durante a sessão, a farmacêutica Kelle de Cássia Luz Slavec, diretora do Conselho Regional de Farmácia de Mato Grosso do Sul, falará sobre o consumo de medicamentos sem orientação de um profissional e o descarte correto de medicamentos, em razão do Mês do Uso Racional de Medicamento. O convite para falar do tema foi feito pelo vereador Dr. Jamal.

Fonte Assessoria.

Redação Gdsnews.

Mostrar Mais
Botão Voltar ao topo