BrasilCampo GrandeCovid19FixoMato Grosso do SulSem categoria

Aumento de casos de COVID-19 faz Capital fechar mais uma vez.

procurador afirma manter apenas essencial aberto

A capital sul-mato-grossense está na bandeira cinza, a mais crítica para o contágio da infecção pelo novo coronavírus, conforme avaliação do governo do estado.

A nova avaliação sobre a situação dos municípios está em decreto publicado no Diário do Estado desta quinta-feira (10). Conforme o Prosseguir, Mato Grosso do Sul tem 43 municípios em risco extremo (bandeira cinza) para a pandemia de COvid-19.

Em razão da superlotação dos hospitais, com todas as macrorregiões do estado com mais de 90% de ocupação nos leitos de terapia intensiva (UTI) para Covid, o comitê gestor do programa decidiu subir a classificação de todos os municípios um nível.

Com a atualização dos dados, 7 cidades estão classificadas na bandeira laranja (grau de risco médio), 29 foram colocadas na bandeira vermelha (grau de risco alto) e 43 subiram para a bandeira cinza (grau de risco extremo). Definido em caráter excepcional, o novo mapa situacional do Prosseguir vale entre os dias 11 e 24 de junho.

A mudança atende solicitação da Associação dos Municípios de Mato Grosso do Sul (Assomasul).Conforme o decreto, os municípios que não adotarem as recomendações deverão apresentar justificativa técnica para o descumprimento das regras. O documento deverá ser encaminhado à Secretaria de Estado de Saúde (SES), que fará a avaliação do caso.

O decreto mais rígido do governador também vale de 11 a 24 de junho. Nesse período, a secretaria de Justiça e Segurança Pública (Sejusp) vai ampliar a fiscalização do cumprimento das regras através das forças policiais.

Mostrar Mais
Botão Voltar ao topo