DestaquesEntretenimento

Xuxa revela que teve medo de morrer por recusar ofertas de prostituição

Em entrevista, a apresentadora relembrou sua trajetória e disse que rejeitou propostas de políticos e empresários

A apresentadora Xuxa Meneghel revelou que teve medo de ser assassinada após recusar ofertas de prostituição de políticos e empresários no início da carreira. Em conversa com o jornalista Evaristo Costa, a rainha dos baixinhos abriu o jogo sobre momentos tensos e difíceis que enfrentou ao longo de sua trajetória. A entrevista faz parte do primeiro episódio de Supermodelos, produção documental da CNN Brasil.

De acordo com o portal Notícias da TV, ao relembrar os anos em que trabalhou como modelo, a apresentadora disse que várias colegas de passarela enfrentaram esse tipo de situação, inclusive Luiza Brunet, outra personalidade que também será entrevistada em um episódio da série.

“Algumas pessoas conhecidas, alguns políticos, pessoas com grana, escolhiam as modelos e diziam: ‘Quero essa’. E aí a agência ia lá com um contrato de trabalho”, disse em entrevista. “E eu ficava pensando: ‘Será que depois disso eles iriam me matar? Será que depois disso ia ser só um jantar? Só uma transa? Será que iam me calar?”, lembrou a apresentadora.

De origem humilde, Xuxa compartilhou que seu objetivo principal era melhorar sua situação financeira para poder ajudar a família e, por isso, sempre foi muito trabalhadora.

“Eu botei na minha cabeça que eu queria fazer o meu melhor, queria dar o meu melhor, queria ser a melhor e acabei conseguindo”, diz.

empenho valeu a pena. Em determinado momento da carreira, ela passou a ser reconhecida e as marcas e editoriais de moda alavancaram seu cachê. “A gente ganhava muita grana. Eram R$ 8 mil por dia. Eu chegava em casa e dizia: ‘O que eu vou fazer com tanto dinheiro?’”, afirmou.

 

 

Mostrar Mais
Botão Voltar ao topo
Fechar
Fechar