DestaquesPolítica

Reinaldo Azambuja e os outros governadores irão voltar a defender a Reforma da Previdência se houver mudanças

"Com municípios, estados e União legislando na questão previdenciária com igualdade de tratamento", disse o Governador.

Ficou decidido na 5ª edição do Fórum dos Governadores, que aconteceu em Brasília, que todos os governadores brasileiros irão voltar a defender a permanência de estados e municípios no texto original da Reforma da Previdência.

Os gestores também pactuaram a modificação de cinco itens da Reforma com o deputado Samuel Moreira, relator na Comissão Especial que analisa a proposta na Câmara.

“Os pontos pactuados com o relator diz que haverá mudanças do texto encaminhado pelo Governo é o BPC [Benefício de Prestação Continuada], Aposentadoria Rural, a questão da Securitização e aposentadoria de professores e policiais”, afirmou o governador Reinaldo Azambuja no encontro. Dos 27 governadores do País, 25 participaram da reunião ou mandaram representantes. Amazonas e Maranhão não participaram do Fórum.

Reinaldo Azambuja revelou que é unânime o apoio dos governadores à aprovação da Reforma da Previdência com a permanência de estados e municípios e as mudanças que foram encaminhadas com o relator. Para ele é benéfico ao Brasil “tratar a Reforma com igualdade”. “Com municípios, estados e União legislando na questão previdenciária com igualdade de tratamento”, destacou o governador de Mato Grosso do Sul.

No encontro que também contou com presença do presidente da Comissão Especial da Reforma da Previdência na Câmara, deputado Marcelo Ramos, os governadores disseram que vão mobilizar suas bancadas no Congresso em busca da aprovação do projeto. O deputado Samuel Moreira marcou para a próxima quinta-feira (13) a apresentação do relatório da proposta na Comissão Especial, onde deve ser apreciada antes de seguir para o Plenário.

Para ser aprovada na Câmara dos Deputados, a Reforma precisa de pelo menos 308 votos. Depois disso, o texto será encaminhado para análise no Senado Federal.

  • Informações da Assessoria.
Mostrar Mais

Relacionados

Close
Close