Fixo

Pai é preso por suspeita de estuprar filhas de 11 e 14 anos; polícia diz que mãe era conivente e também foi presa

Homem também é suspeito de agredir filho adolescente, de 17 anos. Vítimas passaram por exame de corpo de delito e confirmaram os abusos em depoimento especial. Polícia de MS investiga outros possíveis abusos.

A Polícia Civil prendeu nesta manhã (1°) um casal suspeito de estupro e outros abusos praticados contra os próprios filhos, em um assentamento de Selvíria, a 400 km de Campo Grande. A informação chegou por meio do Conselho Tutelar.

Os mandados de prisões contra os suspeitos, sendo a mulher de 36 anos e o marido, de 43 anos, foram cumpridos por volta das 6h (de MS). Eles possuem quatro filhos, sendo dois meninos de 4 e 17 anos e duas meninas de 11 e 14 anos.

As investigações apontam que o filho mais velho do casal, constantemente, era vítima de maus-tratos praticados pelo pai, apresentando, inclusive, lesões pelo corpo. No depoimento especial, a menina de 14 anos também relatou que era vítima de abusos sexuais, desde os 11 anos de idade, e o autor também seria o pai. Ela passou por exame de corpo de delito, o que confirmou a suspeita.

A outra filha, de 11 anos, também afirmou que sofria abusos sexuais. A mãe das vítimas, mesmo sabendo de “todos os anos de abusos físicos e psicológicos”, segundo a polícia, “nunca denunciou e nem pediu ajuda para evitar os crimes”.

O pai e a mãe tiveram a prisão preventiva concedida por estupro de vulnerável e maus-tratos. A polícia ressalta que ainda apura outros crimes, da mesma natureza, praticados pelo suspeito. Conforme a delegada Nelly Macedo, responsável pelas investigações, o homem teria estuprado outra vítima quando criança.

A polícia ressalta que, quem tiver informações do paradeiro do suspeito procure uma unidade policial ou então entre em contato pelo telefone (67) 3579-1166, sob total sigilo.

Mostrar Mais
Botão Voltar ao topo
Fechar
Fechar