Câmara MunicipalCampo GrandeDestaques

Módulo de formação vai abordar comunicação para o terceiro setor

No dia 10 de dezembro, às 14h, será realizado o segundo módulo de formação para o terceiro setor, na sede do Museu de Imagem e do Som (MIS), que fica na sede da Fundação estadual de Cultura, na Avenida Fernando Correa da Costa, 559. O tema será comunicação (registro de ações, imagens, redes sociais, textos institucionais, transparência). Inscrições por meio do telefone 3316-1534 ou pelo e-mail [email protected].

 

A oficina será a segunda de três depois do seminário ‘Desafios e oportunidades para a sustentabilidade’, que ocorreu em outubro. A realização é do mandato do vereador Eduardo Romero (Rede), com parceiros. O segundo módulo será ministrado pela jornalista, pedagoga e mestre em educação, Patrícia Zerlotti, e pelo jornalista, vereador e doutorando em comunicação, Eduardo Romero.

 

Os inscritos do seminário de outubro preencheram um questionário sobre quais temas gostariam que fossem abordados em oficinas. A captação de recursos foi o maior gargalo apresentado pelas entidades e por isso foi o primeiro módulo o segundo módulo será sobre comunicação (registro de ações, imagens, redes sociais, textos institucionais, transparência) e o terceiro sobre gestão (marco regulatório, planejamento estratégico).

 

Eduardo Romero destaca o importante papel desempenhado pelo terceiro setor, que é aquele que tem caráter privado, mas atua para fins públicos como, por exemplo, atendimentos de assistência social e capacitação para a população carente, de meio ambiente, entre outros. ‘O terceiro setor faz muito para o mundo, especialmente onde o poder público não consegue chegar ou por falta de vontade política ou por falta de estrutura financeira e física’, destaca.

 

Patrícia Zerlotti

 

Graduada em comunicação Social com habilitação em Jornalismo pela Universidade Federal de Mato Grosso do Sul (UFMS) e em Pedagogia pela Universidade Estadual de Mato Grosso do Sul (UEMS), especialista em Planejamento e Gestão Ambiental pela UNAES e mestre em Educação pela Universidade Católica Dom Bosco (UCDB).  Na área da comunicação atua na gestão de redes sociais, produção de material gráfico impresso e digital, educomunicação e jornalismo ambiental. Possui experiência na elaboração e coordenação de projetos de comunicação socioambiental e na organização de oficinas e elaboração de materiais educativos. Realiza pesquisa na área da educação, comunicação e formação de professores para diversidade cultural. É proprietária do Z Ateliê.

 

Como experiência no terceiro setor, Patrícia Zerlotti atuou como diretora executiva da Ong Ecoa – Ecologia e Ação, foi diretora de comunicação do Núcleo de Educomunicadores dos Matos (NEM), secretária executiva da Ecoa – Ecologia e Ação. Foi assessora de imprensa da Fundação Neotrópica do Brasil, assessora de Imprensa do Instituto SOS Pantanal e é colaboradora da Rede Aguapé de Educação Ambiental. É também atora de livros na área de educação ambiental e terceiro setor.

 

Eduardo Romero

 

É jornalista, professor universitário, ator e ambientalista. Foi integrante do Grêmio Estudantil, Colegiado Escolar, Associação de Pais e Mestres (APM), Grupo Estudantil de Teatro (GET) e Clube de Ciências Manipulando o Conhecimento (CCMC). Foi presidente da Associação de Moradores do Bairro Universitário, em 2001.

 

No teatro, é um dos fundadores do Grupo Teatral Caras de Pau em 1995, que já prestou serviços de teatro educativo e empresarial a diversas organizações públicas e privadas. A experiência em Arte-educação foi destaque em Moçambique no ano de 2005, a convite do Ministério da Saúde brasileiro. Foi conselheiro da Ong Ecoa – Ecologia e Ação.

 

Eduardo se formou em Jornalismo na Uniderp em 2005, fez pós-graduação em Didática e Metodologia do Ensino Superior pelo Centro Educacional Anhanguera (2012), no ano de 2014 defendeu dissertação no Mestrado em Comunicação da UFMS. É bacharel em Direito e doutorando em comunicação pela Unisinos.

 

Um marco de vida foi a viagem “Giro Brasil duas rodas”, onde ele percorreu de moto 22 Estados brasileiros, passando por três países da fronteira. Foi a realização de um sonho. Realizou entrevistas e trabalhos voluntários por onde passou. Conheceu de perto a realidade brasileira, vivendo e sentido na pele cada canto do País.

 

Na Câmara Municipal foi presidente da Comissão de Meio Ambiente e vice-presidente da Comissão de Cultura, vice-presidente da Comissão Permanente de Finanças e Orçamento. Também atuou na Comissão de Eficácia Legislativa. Atualmente está presidente da Comissão de Finanças e Orçamento, vice-presidente da Comissão Permanente de Meio ambiente e Membro da Comissão permanente de Bem-Estar Animal.

 

Eduardo Romero é coordenador nacional da Frente Parlamentar de Vereadores Ambientalistas. Integra a RAPS – Rede de Ação Política pela Sustentabilidade – que é uma entidade civil, sem fins lucrativos, de natureza apartidária, com pluralidade ideológica, cuja missão é contribuir para o aperfeiçoamento da democracia por meio da formação de lideranças políticas.

 

Mostrar Mais

Relacionados

Close
Close