NotíciasTecnologia

Huawei começa a pedir que desenvolvedores migrem apps para loja própria

A fabricante chinesa Huawei continua na jornada para sobreviver e se adaptar após a suspensão do uso dos recursos do Android e o banimento de outras empresas ocidentais. Agora, ela está em uma fase de negociações — ou, mais precisamente, convencimento em relação a desenvolvedores de aplicativos.

Segundo o site XDA Developers, que obteve acesso a emails trocados por programadores com a companhia, a Huawei está consultando os criadores de apps famosos para saber se eles estão dispostos a lançar os respectivos serviços na atual (e, possivelmente, também na futura) loja digital de aplicativos e serviços para smartphones da empresa.

Ao contrário do que se imaginava, a loja não seria uma concorrente da Google Play, como a portuguesa Aptoide, mas sim a própria AppGallery, que já vem embutida dentro da interface EMUI da Huawei. De acordo com a desenvolvedora, já são 560 mil desenvolvedores já cadastrados por lá e um alcance de 350 milhões de dispositivos vendidos nos últimos dois anos — sendo que a metade de ambos os números deve ser composta por chineses, fato omitido pela companhia no comunicado.

Baseado no robô verde?

Além disso, tem um detalhe na mensagem que despertou a curiosidade da comunidade. Como o pedido da Huawei é simplesmente para “publicar o app para Android na AppGallery”, é possível que o Ark OS (ou Oak OS, segundo novos rumores) seja bastante baseado no código livre do sistema operacional da Google, que a empresa não está proibida de utilizar.

Fonte: Tec Mundo

Mostrar Mais

Editor GDS

ultrawebtecnologia

Relacionados

Close
Close