BrasilDestaquesEsporteFutebol

Guerrero volta da Copa América como arma do Inter contra melhor defesa do Brasil

Peruano deve ser titular na partida desta quarta-feira, às 21h30, contra o Palmeiras

Fez gol na final da Copa América, amargou um vice histórico pelo Peru e levou a artilharia (dividida com Everton) como prêmio de consolação. Voltou a Porto Alegre, fez um único treino com o grupo e já está à disposição de Odair Hellmann. Sem tempo para descanso, Paolo Guerrero viveu tudo isso nas últimas 72 horas para estar em campo pelo Inter nesta quarta-feira, às 21h30, contra o Palmeiras, pela ida das quartas de final da Copa do Brasil.

 

Na Arena Palmeiras, o camisa 9 será sinônimo das esperanças coloradas para arrancar com um bom resultado no duelo de 180 minutos. E ainda carregará o peso de uma missão árdua: replicar o protagonismo da Copa América para levar a melhor contra a melhor defesa do Brasil.

 

A equipe de Luiz Felipe Scolari chega à primeira partida decisiva com números que impressionam. O Palmeiras sofreu apenas nove gols em 33 jogos – média de 0,27 gol por partida. Números de um lado… Marcas emblemáticas do outro. Ídolo nacional e capitão da seleção peruana, Guerrero alcançou alguns feitos pelo Peru na Copa América:

 

Liderou a seleção peruana a uma final histórica após 44 anos;

Dividiu a artilharia com Everton, ambos com três gols;

Se isolou como artilheiro em atividade da Copa América: são 14 gols;

Virou o quinto artilheiro da história da Copa América;

Chegou à artilharia pela terceira vez, algo inédito desde a década de 20

 

Tudo isso embala o centroavante para um duelo de “Copa América” à parte contra Gustavo Gómez, zagueiro titular da seleção paraguaia e referência da zaga do Palmeiras. Mas a disputa da competição por seu país divide os colorados entre fatores positivos e negativos. Guerrero chega à decisão com ritmo de jogo de sobra, após atuar em seis partidas em 22 dias. Isso pode ser diferencial ao peruano, após quase 30 dias de pausa no calendário brasileiro. Mas a carga pesada tem seus efeitos colaterais.

 

O peruano não ganhou a folga de sete dias dos demais companheiros e se reapresentou sem descanso algum. De quebra, está há um mês sem treinar com o elenco do Inter. O atleta está bem fisicamente, mas o desgaste natural tende a ser sentido em um duelo de caráter decisivo. Odair Hellmann pretende escalar o atleta como titular nesta quarta-feira. O desejo é mútuo, mas dependerá do aval do departamento de fisiologia até virar realidade – algo provável, pela condição física do jogador.

 

De volta ao Inter, Guerrero pretende (re) aflorar o faro de gols que o fez cair de imediato nas graças da torcida. Após cumprir os oito meses restantes da suspensão por doping, o peruano estreou pelo Colorado apenas em abril. Mas parecia que já vestia a camisa coloradas há tempos. O camisa 9 precisou de apenas dois meses na ativa para desbancar Nico López e se isolar na artilharia da equipe na temporada. São nove gols em 13 jogos.

 

– O Guerrero fez uma grande Copa América. Treinou com a gente. A gente fica feliz. Foi artilheiro de novo, já tinha sido outras vezes. É um jogador muito importante para nós. Vinha nos ajudando muito, fazendo grandes jogos. Ele 100%, a gente espera muito dele. A gente espera que ele volte como ele saiu – afirma o capitão Rodrigo Dourado.

 

Contra o Palmeiras, o atacante tenta ampliar sua artilharia distante do Beira-Rio. Ele marcou apenas uma vez fora de casa: na vitória por 1 a 0 sobre o Paysandu, no Mangueirão, justamente pela Copa do Brasil. No estádio colorado, ele tem média de um gol por jogo.

 

PALMEIRAS X INTER – QUARTAS DE FINAL DA COPA DO BRASIL

 

Local: Arena Palmeiras, em São Paulo

Data e horário: quarta-feira (10), às 21h30 (horário de Brasília)

Provável time do Palmeiras: Weverton; Marcos Rocha, Luan, Gustavo Gómez e Diogo Barbosa; Felipe Melo, Bruno Henrique e Lucas Lima; Dudu, Deyverson e Zé Rafael

Provável time do Inter: Marcelo Lomba; Bruno, Rodrigo Moledo, Víctor Cuesta e Uendel; Rodrigo Dourado, Edenilson, Nonato, Patrick e Nico López; Paolo Guerrero

Desfalques do Palmeiras: Mayke (dores no púbis), Angulo (pancada) e Ramires (aprimora a parte física)

Desfalques do Inter: Zeca (lesão muscular na coxa direita), Matheus Galdezani (cirurgia no joelho direito) e William Pottker (lesão muscular na coxa esquerda).

 

Arbitragem: Wilton Pereira Sampaio, auxiliado por Fabrício Vilarinho da Silva e Bruno Raphael Pires. Igor Junio Benevenuto de Oliveira será o árbitro de vídeo, com Elmo Alves Resende Cunha e Leone Carvalho Rocha de assistentes. Paulo Jorge Alves é o observador do VAR.

 

 

Fonte GloboEsporte.com.

Mostrar Mais

Relacionados

Close
Close