Campo GrandeDestaquesPandemiaSegurança

Guarda Civil Metropolitana desfaz aglomerações e realiza abordagens preventivas

De acordo com o secretário Municipal de Segurança Pública, Valério Azambuja foram disponibilizadas 28 Viaturas, dentre elas 12 Veículos e 16 Motocicletas.

No primeiro dia do Toque de Recolher, a Guarda Civil Metropolitana disponibilizou mais de 100 homens, em cumprimento ao decreto que determina a proibição de aglomerações nas sete regiões da Capital. De acordo com o secretário Municipal de Segurança Pública, Valério Azambuja foram disponibilizadas 28 Viaturas, dentre elas 12 Veículos e 16 Motocicletas.

“Neste primeiro dia de operação, 33 estabelecimentos comerciais foram orientados a fecharem as portas, e encerrar atendimento. Nenhum proprietário apresentou resistência. 68 Moradores que permaneciam em aglomeração em frente a residências, foram orientados a ficar dentro de casa”, diz Azambuja.

 

Conforme o secretário 46 indivíduos foram abordados, dentre eles encaminhados a CEPOL, três menores e um maior de idade por tráfico de entorpecente na Região Lagoa.

 

“A medida é preventiva, dependendo do resultado da fiscalização poderão em arredondar em apreensão veículos, prisão de pessoas por desobediência, ou por colocar em risco a saúde pública, enfim, para evitarmos todos estes transtornos solicitamos a população de Campo Grande que colabore para o bem de todos”, frisa.

 

O secretário reforça que a partir das 22 horas, todas as sete regiões da Capital estarão com equipe da Guarda Civil Metropolitana, fiscais da Semadur, fiscais da Vigilância Sanitária fazendo a verificação principalmente em bares, conveniências, Casas de Narguilé.

 

“Vamos evitar aglomerações e principalmente as pessoas que ainda insistem em sair de suas casas e fazer o contato com mais de 20 ou trinta pessoas e até com 100 pessoas correndo o risco de serem contaminadas. Até mesmo uma pessoa contaminar um grupo grande. Nós devemos estar preparados porque o prognóstico nos próximos dias, em relação à saúde pública, é sério e precisamos cumprir essas determinações do decreto para segurança de todos campo-grandenses”, finaliza.

 

Fonte Assessoria de Comunicação PMCG.

Mostrar Mais

Relacionados

Close
Close