DestaquesMato Grosso do SulPolícia

Corregedoria investiga furto de 100 kg de cocaína em delegacia. Fato que tem se tornado corriqueiro no Brasil.

Droga estava apreendida e chamou a atenção na madrugada, e ninguém viu nada, só deram falta depois do sumiço.

A Polícia Civil de Mato Grosso do Sul, por meio de sua assessoria de imprensa, informou que sua corregedoria irá investigar o furto de 100 quilos de cocaína que estavam apreendidos dentro do 1º DP de Aquidauana, em caso ocorrido na última segunda-feira (10).

De acordo com nota publicada em seu site oficial, a polícia alega que foram investigadores do local que notaram o desaparecimento da carga. Agora a pergunta, que não quer se calar, onde estavam esses mesmos investigadores na hora do sumiço?

Segundo constaram na ocasião, o furto ocorreu por meio da escalada do muro da delegacia e arrombamento de uma janela do local. Quer dizer bandidos, escalam um muro, entram em uma delegacia, furtam mais de 100 quilos de cocaína, e ninguém vê nada, como assim?

Em seu texto, a Polícia Civil informou que tomou medidas de imediato para investigação do caso, incluindo a comunicação da própria Corregedoria, além do Poder Judiciário e Ministério Público Estadual.

“Caso se confirme qualquer colaboração por parte de policiais civis na prática delituosa, serão instaurados procedimentos administrativos conforme previsão na legislação vigente”, diz a nota.

Alegando motivos de segurança, a Polícia Civil ainda completou que não passará mais informações sobre o ocorrido. “Por oportuno a Polícia Civil ressalta que adotou e continuará adotando toda celeridade e transparência na comunicação com os órgãos envolvidos na busca do esclarecimento dos fatos e de sua autoria”, diz.
Nada adianta agora, a polícia, dizer que vai guardar sigilo a respeito do assunto. Isso caracteriza, a vontade de que a população não seja informada e caia no esquecimento, deixando de cobrar as autoridades a sua elucidação.
Este é um crime, que todas as autoridades devem ser mobilizadas, além da própria polícia civil, a Polícia Federal, o Ministério Publico e demais autoridades do estado de Mato Grosso do Sul. A população não pode deixar cair no esquecimento, um crime desta envergadura, até que se elucide por completo, e os responsáveis sejam presos e pague rigorosamente.

Por A Redação.

Mostrar Mais

Relacionados

Close
Close