DestaquesInternacional

Atentados no Chile são de autoria de Grupo Eco-extremista

A organização é contra a "civilização moderna e o progresso humano, científico e tecnológico".

Grupo extremista intitulado Individualistas que Tendem ao Selvagem (ITS) afirmam serem responsáveis apor uma serie de atentados que aconteceram nos últimos anos, no Chile. A organização é contra a “civilização moderna e o progresso humano, científico e tecnológico”.

O ataque mais recente aconteceu no dia 7 de maio, quando o presidente do Metrô do Chile, Louis de Grange, recebeu um pacote contendo uma bomba dentro. Ele suspeitou que a encomenda tivesse algo errado, então chamou a polícia, que conseguiu desativar o explosivo, sem deixar machucados.

No início de 2017, um pacote semelhante também havia sido enviado para o então presidente da Corporação Estadual do Cobre (Codelco), Óscar Landerretche, que acabou tendo vários ferimentos espalhados pelo corpo, ocasionados da explosão.

O grupo extremista afirma ser originário do México, mas tendo afiliados em diversos países latinos, incluindo o Brasil. Professores universitários que ensinam nanotecnologia e outras ciências relacionadas com o avanço tecnológico seriam os principais alvos do grupo no México.

Informações dadas pela própria organização indica que o desenvolvedor das bombas usadas em seus ataques mora na Argentina.

Mostrar Mais

Relacionados

Close
Close